Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2005

E se, de repente, a lâmpada se acendesse?

capt.cub10312240448.cuba_parliament_cub103[1].jpg

Poderia ser um excelente sinal simbólico de que uma boa e inspirada ideia tinha saído da cabeça do “Coma Andante”. Por exemplo, permitir a liberdade de expressão e o pluralismo político para os cubanos.
publicado por João Tunes às 16:56
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Joo a 28 de Dezembro de 2005 às 22:39
Espera aí, Margarida ou Guidinho, falemos então sobre colhões (que, pelos vistos, é especialidade tua de medires quem no sítio os tens). A menos que seja jerónima islâmica e tenha sido submetida a mutilação genital em criança, sem que isso lhe seja opção de vontade, a primeira regra de quem tem colhões, no sítio ou mesmo que seja um nadinha ao lado, é não se esconder na clandestinidade cobarde e jogar o único jogo aceitável com quem quem dá nome, identidade e rosto, porque assim é apenas ter colhões crescidos na sombra (sem a bem querença da foto-síntese) e isso são colhões mirrados por vingança da natureza. Quanto ao arrazoado é uma miserável síntese do discurso de Fidel (distas de Fidel o mesmo que o Jerónimo dista de Cunhal). Conheço bem a cooperação médica cubana pelo mundo. Exportavam-nos e exportam-nos como fazem aos charutos. Sei deles em vários países de África, a maioria fazendo e bem o seu trabalho (honra lhes seja feita). Constatei como viviam enclausurados miseravelmente em "contentores cooperantes". Sei que recebiam, como princípio revolucionário, um vencimento miserável correspondente aos nossos antigos 30 contos. Sei que a maioria deles (em Moçambique e em Cabo Verde, pelo menos e que comprovei) abdicou dos seus "deveres revolucionários" e converteram-se à clínica privada, dizendo adeus a Cuba e à revolução, ganhando agora pipas de massa para compensar os tempos "perdidos" da "cooperação revolucionária". Margarida ou Guidinho, não mereces o que o Jerónimo te paga para fazeres o teu trabalhinho de poluição de blogues. E tens pinta de carcereira revolucionária, daquelas que, às ordens de Fidel, te dispunhas a dar choques eléctricos aos colhões dos diferentes com eles no sítio. E, regista, sabes qual a única coisa que me levaria a exilar-me em Cuba? Não poder ter blogue e não te aturar.


De macsilva a 28 de Dezembro de 2005 às 21:27
Ora toma, Tunes, que é para veres quem os tem no sítio: a Margarida, ou Guidinho, como também o chamam noutro sítio!
E "ela" sabe do que fala; até já lá esteve (à conta das férias baratas e da miséria dos trabalhadores cubanos...). Mas não voltou, e não se decide a assentar por lá arraiais, para viver a fundo as alegrias da revolução (ainda na fase da construção do socialismo...). Digamos que se os tem no sítio, tem-nos pequenos!
Mas é propagandista fervorosa... Nem chega a ver que tanta exportação de experts tão qualificados não se deve apenas à solidariedade revolucionária, mas às depesas de manutenção desses milhares de santos abnegados (tão similares aos santos cristãos em missão por esse Mundo).
O Guidinho, se é como dizem, assestou para aqui baterias. Aturá-lo é castigo; valha-nos a risota...
macsilva.


De Margarida a 28 de Dezembro de 2005 às 21:07
Pois os cubanos há uns quinze anos atrás, quando o leste se foi, ficaram de um dia para o outro sem mercado para o seu açúcar e sem fornecedores da alimentação, maquinaria e petróleo que os abastecia. Tiveram que fechar fábricas, reconvertar toda a economia, passaram mesmo fome nos primeiros tempos, mas nem uma sala de aulas ou uma enfermaria fecharam. Podia não haver dinheiro para mais nada, mas as despesas de educação e saúde eram sagradas, nela não tocaram. E deram mesmo a volta à situação. E hoje têm mais de 2000 médicos no Paquistão a atender às vítimas do terramoto, não regateiam esforços nem dádivas onde haja calamidades naturais, têm milhares de professores e médicos por toda a América Latina, têm um povo onde toda a gente tira o curso que quer e trabalha na profissão da sua eleição. São cultos, alegres, modernos, solidários e muito muito dignos. E fizeram tudo isto sob o mais cruel bloqueio da história contemporânea. O João deve falar do que sabe e perante o extraordinário exemplo de coragem, trabalho e inteligência dos cubanos devia calar-se, já que não o sabe reconhecer. E se os tivesse no sítio, metia-se num avião e ia até lá para ver como um povo constrói o seu futuro. Com dignidade.


De Joo a 27 de Dezembro de 2005 às 23:27
Claro que li o discurso de Fidel que embeveceu a Margarida. Aliás, costumo lê-los quase todos (os dele e até os do Jerónimo). E este discurso encheu-me de tristeza pelo que indicia de demência paranóica egocêntrica em acentuado grau. Não sou médico, não sei se é da Parkinson ou não. Mas que o ditador está na fase possessa demencial, não tenho dúvida. A questão não é essa, a demência de Fidel (que reproduz muito dos últimos anos do Estaline doente e a caminho da agonia), mas porque é que um povo (o cubano) tem de sofrer a tirania de um ditador até, sobretudo, a fase de loucura da decadência física, mental e sublimada na esquizofrenia. Respeito a decadência física de cada ser humano, de Fidel inclusivé, mas não aceito que (como se passou aqui, em Portugal, com Salazar, e em Espanha com Franco), um homem aprisione o seu povo à demência da agonia das suas faculdades físicas e mentais. Por isso, tenho de escolher, estando com quem o sofre, ao "Coma Andante" - o povo cubano.


De Margarida a 27 de Dezembro de 2005 às 22:30
Se forem ao resistir.info encontrarão lá um interessante texto que vos explicará porque é que o Fidel tem a lâmpada na mão. Atrevam-se, leiam-no, verão que aprenderão algumas coisas, bem interessantes por acaso sobre os mais de sessenta anos de lutas não só do Fidel como do seu povo. Desafio-os a ousarem ler o último texto sobre Fidel lá no resistir.info.


De Ana a 27 de Dezembro de 2005 às 12:07
Coma Andante ! (?)
Andante, mas pouco, que o homem cristalizou há muito...


De jo a 26 de Dezembro de 2005 às 17:00
Já está quase em curto-circuito!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. HONRA A GARY COOPER

. Efeméride ao cair do pano

. E VÃO DOIS, QUE DOIS

. AFINAL…

. DESABAFO MASOQUISTA

. Bom fim-de-semana

. CHE E AS MAMAS DA VIZINHA

. AINDA (SEMPRE) MÁRIO PINT...

. CAMILA VAI PARA A TROPA

.arquivos

. Setembro 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds