Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2006

SINTOMÁTICO ou AINDA BEM

ilse.JPG

Sobre a perda de Ilse Losa, o Lutz só disse que ela era alemã e o Nuno (ainda) não lembrou que ela era judia. Sintomático que, hoje, ser judia alemã é tão banal (e redundante dizê-lo) como a mim me chamarem de português transmontano?

Adenda: (Comentário deixado no Lutz):
Caro Lutz, se reparaste, a minha observação foi "positiva". Isto é, gostei que a tenhas referido simplesmente como tua compatriota. Mas há um outro aspecto que te deixo à descoberta (aspecto este que julgo não foi referenciado na maioria das efemérides), sabendo-te admirador de (pelo menos) um livro da Ilse Losa - a qualidade que tomou como "cidadã portuguesa" (que ela assumiu quando aqui se refugiou) e activíssima na luta contra o fascismo luso. O que, no meu ponto de vista, e tendo em conta as circunstâncias, acho admirável. A Ilse, encontrando abrigo neste País, não se diminuiu nem encolheu como cidadã na luta pela liberdade, participando activamente nas acções da Oposição Democrática contra o salazarismo, o que, como refugiada e cidadã de origem estrangeira, foi prova de particular e forte coragem. Ilse percebeu, agindo em conformidade, que o Fascismo não era um "mal alemão". E que o salazarismo não passava de um irmão bastardo e beato da peste assassina de que fugira.
publicado por João Tunes às 11:41
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. HONRA A GARY COOPER

. Efeméride ao cair do pano

. E VÃO DOIS, QUE DOIS

. AFINAL…

. DESABAFO MASOQUISTA

. Bom fim-de-semana

. CHE E AS MAMAS DA VIZINHA

. AINDA (SEMPRE) MÁRIO PINT...

. CAMILA VAI PARA A TROPA

.arquivos

. Setembro 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds