Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2006

QUANDO SPÍNOLA FOI IMAN

spin.JPG

Como o proto-islamismo está na moda, sobretudo por via do medo e do sossego, mais o afã nas pontes culturais para a diferença, mesmo que a diferença leve até ao oposto, lembra-me que, quando fui militar mal fardado, tive um Comandante-Chefe que, este sim, era um encartado, sabido e interessado pró-islâmico. Falo de Spínola, o Marechal António de Spínola.

Spínola percebeu que, entre as etnias da Guiné, as “islamizadas” (sobretudo os “fulas”) eram, cultural-social-economicamente, as mais receptivas a aceitarem e encorparem o domínio colonial e as mais relapsas a aceitarem a contaminação pelos princípios e pela ideologia do PAIGC. E vai daí, a “psico militar” spinolista tudo fez para espalhar mesquitas, proteger e financiar a difusão das escolas corânicas bem como as peregrinações a Meca dos sobas tribais. Assim, na guerra contra a independência, o Corão foi uma arma. E que arma.

Hoje, caso os tempos andassem para trás e se baralhasem, Spínola não teria rebuço em subscrever o célebre comunicado sobre Abraão emitido pelo ministro Freitas do Amaral.
publicado por João Tunes às 17:10
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Marco Oliveira a 11 de Fevereiro de 2006 às 16:58
É bem lembrado, sim senhor. Penso que foi nessa altura que se autorizou a contrução da Mesquita de Lisboa. E tanto quanto sei, os quadros do PAIGC eram maioritariamente catolicos. Aliás, os lideres dos então chamados "Movimentos de Libertação" das colónias portuguesas chegarm a ser recebidos pelo Papa Paulo VI.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. HONRA A GARY COOPER

. Efeméride ao cair do pano

. E VÃO DOIS, QUE DOIS

. AFINAL…

. DESABAFO MASOQUISTA

. Bom fim-de-semana

. CHE E AS MAMAS DA VIZINHA

. AINDA (SEMPRE) MÁRIO PINT...

. CAMILA VAI PARA A TROPA

.arquivos

. Setembro 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds