Segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2006

AGOSTINHO & ALEIXO

Agostinho].jpg

Se este País não está completamente provinciano, para lá ameaça caminhar. Por não deixar de ser assim é que nos é possível entender que meio mundo luso mais uma parte do outro meio se renda basbaque à memória das patacuadas de Agostinho da Silva. Leiam António Aleixo, senhores e senhoras. É isso que vos falta. Numa quadra dele há mais saber que um ditirambo redondo de efeito do ilustre filósofo. E este, o Aleixo, saiu-nos mais barato, nem sequer fez o liceu, tinha BI e ganhava a vida a vender cautelas. Era algarvio, verdade, mas ninguém é perfeito. Nem ele nem o Agostinho. E nós? Somos ou queremos parecer?
publicado por João Tunes às 22:51
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De ana a 14 de Fevereiro de 2006 às 16:28
...ou fazer o camelo (fio de lã grosso) passar pelo buraco da agulha - eu também li as escrituras.
Falando para um transmontano, apesar de algarvia, devo ter uma atenuante: sou "montanheira", que é o que os outros algarvios (do barrocal e do litoral) chamam aos "atrasados" lá de cima da serra.


De Joo a 14 de Fevereiro de 2006 às 15:22
Ora essa, onde chegámos - perguntar a um transmontano se ser algarvio é grave!... Direi: é gravíssimo. Só pode. Neste mundo de desconexões, querer que um celta afine com um mouro, é só parecido com meter um rico no reino do céu! Homessa!


De Ana a 14 de Fevereiro de 2006 às 12:03
João, o facto de o Poeta Aleixo ser algarvio é grave ?
Eu sou algarvia e não tenho complexos por isso.
Até fui aluna do professor Magalhães, aquele que fez de secretário a Aleixo.
Aleixo e Agostinho, cada um no galho da árvore a que conseguiu trepar...
E treparam alto, já que ambos ficaram na história dos pensadores, digo eu, que não sei trepar a árvores. Sou como o jacaré: voa, voa, mas muito rasteirinho...


De Joo a 14 de Fevereiro de 2006 às 00:23
Eu sabia que ia aparecer quem não percebeu patavina do jogo de paradoxos do Mestre Agostinho... Eu saber sabia, mas não previa era que saltasse tão rápido. Faz cem anos que o Mestre nasceu mas isso não é razão para embalsamarem o homem!


De Carlos Indico a 13 de Fevereiro de 2006 às 23:21
Tunes:
Sacude-te( ou sacóde-te).Ainda és basista? O Aleixo e o Agostinho na mesma prateleira?
Deu-te uma recaída?


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. HONRA A GARY COOPER

. Efeméride ao cair do pano

. E VÃO DOIS, QUE DOIS

. AFINAL…

. DESABAFO MASOQUISTA

. Bom fim-de-semana

. CHE E AS MAMAS DA VIZINHA

. AINDA (SEMPRE) MÁRIO PINT...

. CAMILA VAI PARA A TROPA

.arquivos

. Setembro 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds