Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2005

Para todos, um excelente...

2006.jpg

Para o ano, cá nos encontraremos (julgo e desejo).
publicado por João Tunes às 00:50
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2005

SE KÁ NEVA, FAZ-SE KÁ SKI

ski[1].jpg

Quem não acredita, arrisca-se. Votos de melhoras, acrescento.
publicado por João Tunes às 23:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

MULHER(ES)

palomamini.jpg

Sou admirador das mulheres. Melhor dizendo, de mulheres. Ainda melhor dito: das mulheres que sejam mulheres. Precisando em mais fino: mulheres que me surjam como a mulher. Não por fetiche mas por prazer estético. Adicionando o tempero de um gosto íntimo de gostando-as, gostá-la. Talvez para eu poder continuar a gostar de ser homem e não ser mulher.

emozione01.jpg


Mulheres em bando, como tribo eufórica e fechada, carregam-me o sobrolho. Cuido-me. O melhor que consigo. E zarpo se começo a ouvi-las tratarem-se, entre si, rebaixando-se, por “cá-cá”, “li-li”, “mi-mi”, “té-té”, “lé-lé”, “ni-ni”, “fá-fᔠe “xá-xá”. Por me parecer que, assim, pelo menos acusticamente, essas mulheres se rebaixam à condição de ninhada de gatas.

Mas quando leio: ”Mulheres, entre lágrima e esperança, entre dor e alegria, resistentes, muito, à vida e ao tempo. Começaremos mais um ano juntas”, eu ajoelho de respeito. Porque sinto, cá dentro, uma mensagem mista de dor e valentia e que são, na minha escala, o melhor que se pode ter e dar. Obrigado.



teatral_1.JPG
publicado por João Tunes às 23:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Europeísta sim, é claro!

ue.JPG

A construção da Europa é um projecto sempre em aberto. Sempre incompleto. Sempre contraditório. Nada fácil. Mas convidativo. Atraente. Irrecusável. A não perder com platonismos negacionistas ou exibicionistas, pregados pelos utopistas dos absolutos. Do tudo ou nada. Do mal e do bem. Do bonito e do feio. Do perfeito e do imperfeito. Da virtude e do pecado. Do social e da selvajaria.

Step by step, lá iremos.

[Digam lá se este não é um bom voto-desejo para 2006...]
publicado por João Tunes às 18:42
link do post | comentar | favorito
|

Inclusive, desenterrar o PRD?

nosferatu.jpg

”Ramalho Eanes (...) assegurou que tudo fará para assegurar a eleição do candidato apoiado pelo PSD e CDS-PP.”
publicado por João Tunes às 18:00
link do post | comentar | favorito
|

Só nos faltava estarmos mais feios...

articles-67644_mudo3.jpg

”Mais velhos, mais pobres e mais endividados, assim estão os portugueses.”
publicado por João Tunes às 00:04
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2005

Uma candidatura no sexo-divã

F05julio_masoca.jpg

Aqui. Imperdível.

E, enquanto o pau vai e vem, folgam as costas benfiquistas. Antes assim, antes assim. E, confesso, vou-me habituando a gostar de gostar do besugo (já gostava do alonso e, por este andar, ainda acabo por - céus! - gostar também da lolita). Uma "cambada" de sedutores, esta tribo hiper-simpática e truculenta.
publicado por João Tunes às 23:47
link do post | comentar | favorito
|

SE CALADO, É O PRIMEIRO

cine-mudo.jpg

Pronto, o Cavaco descaiu-se. Fugiu-lhe a boca para a intenção. Meteu aquela da Secretaria de Estado, sem querer. Não foi por mal. Muito menos por ímpeto de ingerência. O mal dele, só esse, foi ter dado uma entrevista assim para o mal preparado e mal controlado pelos assessores.

Falar, está mais que visto, é o grande problema de Cavaco. Se fala, mostra-se. Se se mostra, borra a pintura. Mais as sondagens. Pior, os votos dos devotos.

Cala-te Cavaco. Se voltas a falar, ainda desatas a contar para os jornais quais são os Directores-Gerais que tencionas nomear. E, sabe-se, os jornalistas são uma corja de linguareiros, não sabem guardar segredos.
publicado por João Tunes às 16:50
link do post | comentar | favorito
|

A ORGANIZAÇÃO É QUASE TUDO

2005.jpg

Se, em política, a organização não é tudo, anda lá perto. Assim, uma candidatura com um (ou dois, ou três) partidos na rectaguarda é uma coisa, ir lá sem aparelho no apoio, é outra. Não por muito mais, mas sobretudo pela organização. Pois, se o dinheiro é a alma do negócio, a organização é a alma dos partidos. E, com organização, até as almas se juntam em sinergia – os partidos dão organização e ... também dinheiro.

Cavaquistas, soaristas, jerónimos & ecologistas, bloquistas mais eme-erres, estão, na actual corrida para Belém, em vantagem nítida sobre os outros, os sem ou acima dos partidos. Eles têm os seus aparelhos, logo têm organização. Mais o dinheiro da organização.

O cavaquismo faz, no meio disto tudo, a figura do parente rico. Tanto que é o que vai gastar mais massa a promover o seu produto. Os soaristas vêm logo a seguir. Mas estes fazem a bissetriz equidistante entre organização e fundos. Têm o seu dinheirinho farto mas bem contado, apostando sobretudo no fiel lubrificante da organização. Tanto que até já vemos o Raimundo Narciso a gastar um post só para citar Vital Moreira!
publicado por João Tunes às 16:15
link do post | comentar | favorito
|

AGRADEÇO

teatr.JPG

Agradeço à chuinga o Prémio de “Passageiro Frequente” atribuído ao Água Lisa.

Registo igualmente a referência de José Pacheco Pereira a alguns posts sobre a sua biografia política sobre Álvaro Cunhal.
publicado por João Tunes às 12:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. HONRA A GARY COOPER

. Efeméride ao cair do pano

. E VÃO DOIS, QUE DOIS

. AFINAL…

. DESABAFO MASOQUISTA

. Bom fim-de-semana

. CHE E AS MAMAS DA VIZINHA

. AINDA (SEMPRE) MÁRIO PINT...

. CAMILA VAI PARA A TROPA

.arquivos

. Setembro 2007

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds